Canguru para bebê: vale a pena ou não?

Os bebês exigem cuidados redobrados. Alguns deles só param de chorar quando a mãe os pega no colo.

O problema é que nem sempre as mulheres conseguem dar atenção integral aos filhos porque têm outras tarefas para fazer. O canguru, então, surge como ótima opção.

Com ele, os filhos podem ficar junto ao corpo das mães deixando suas mãos livres para outros afazeres.

Também é uma boa alternativa para levar os bebês em passeios.

cangurus
Os cangurus podem ser ótimos acessórios para carregar os bebês e ter as mãos livres

O canguru funciona como se fosse uma mochila e pode ser usado tanto nas costas quanto na parte da frente.

O nome desse acessório é inspirado nos cangurus que possuem bolsas naturais para carregar os filhotes junto ao seu corpo.

Confira alguns benefícios do uso do canguru

  • Aumenta o vínculo da mãe com o bebê;
  • Eleva as taxas de aleitamento materno;
  • Abaixa o stress;
  • Melhora o desenvolvimento neuropsicoafetivo do recém-nascido.

Os benefícios do canguru foram observados pela primeira vez na década de 1970, na Colômbia.

Nessa época, os bebês prematuros começaram a ser colocados em contato com o corpo materno.

Eles eram enrolados por uma faixa de tecido macia e simples – essa técnica é conhecida atualmente como sling.

O calor do organismo da mãe aquecia o bebê.

Foi então que se identificou que tal relação maternal de carinho e conforto com a criança é muito importante.

E o melhor, isso não tem relação com a idade do filho.

Sling X Canguru para bebês

A técnica de amarração do sling é usada até os dias de hoje. Ele tem a vantagem de ser leve e prática.

Afinal, é só colocar um pedaço de pano dentro da bolsa e, quando precisar, pegá-lo para fazer a amarração correta para carregar o bebê.

O sling pode ser uma boa opção para crianças com poucos meses. Já que a amarração de tecidos relembra o colo da mãe.

Pela posição, os bebês podem até mamar sem grandes dificuldades.

Daí o benefício de aumentar as taxas de amamentação.

Com o passar dos anos, a criança cresce e o sling não consegue dar mais o suporte esperado.

O corpo da mãe começa a ficar cansado mais rápido.

Os cangurus, por sua vez, são mais fáceis de usar quando a criança está mais pesada.

Isso devido a sua estrutura que se assemelha a uma mochila.

Alguns modelos podem ser usados por bebês pequenos. Outros por crianças com mais de seis meses.

Por isso, fique atento ao limite de idade estabelecido no produto ao comprar um desses cangurus.

Cuidados ao usar um canguru

Ao usar o canguru, os pais devem seguir uma série de cuidados.

Engana-se quem pensa que é só colocar a criança de qualquer maneira e sair por aí.

Os especialistas recomendam etapas que devem ser cumpridas.

O primeiro passo, por exemplo, é posicionar o bebê de frente para o corpo do pai ou da mãe.

Nunca deixe a criança de costas!

Isso porque a posição da coluna mais fisiológica para o bebê é de frente para pessoa e com as costas apoiadas no canguru.

As pernas do bebê também devem ficar dobradinhas e o ângulo do quadril de forma confortável.

Ou seja, seu filho não deve ficar suspenso de forma reta. Pois nessa posição ele acaba depositando seu peso na parte genital.

O que é desconfortável para ele.

Modelos ergonômicos

Os modelos de canguru ergonômicos facilitam que as pernas dos bebês já fiquem na posição correta e não prejudiquem o desenvolvimento da coluna.

Tais cangurus tem a parte do bumbum mais larga para fazer com que as pernas do bebê fiquem suspensas.

Isso é muito importante para evitar problemas futuros com o quadril e também com as partes íntimas.

Essas regiões de apoio são as que sofrem com a maior pressão.

Outro cuidado essencial deve ser o conforto da pessoa que carrega o bebê no canguru.

O indicado é que as alças do acessório sejam largas e acolchoadas para não sobrecarregar os ombros.

Tem que funcionar como uma mochila com apoio da cintura mesmo.

Veja opções de canguru para bebês

Agora que você entendeu os benefícios e cuidados de um canguru para bebês, que tal conhecer alguns modelos?

Um deles é o Canguru para bebê Baby Safe da Multikids Baby.

Ele é indicado para crianças de 3,5 a 15 quilos. É ergonômico e seguro com três posições confortáveis de transporte.

Modelo de canguru da Baby Face
Modelo de canguru da Baby Face

O modelo possui exclusivo apoio dobrável para a cabeça com tecido reforçado, proporcionando maior conforto e segurança para os pais e o bebê.

Além disso, contém fecho de segurança para suporte das pernas e costas do bebê.

Outro exemplo é o Canguru para bebê Fisher Price, também da Multikids Baby.  Ele é ergonômico, possui alças reguláveis e seguro.

Canguru para bebês da Fisher Price
Canguru para bebês da Fisher Price

Tem alças acolchoadas em tecido respirável, fivela para apoio das costas, bolso externo, bolso com zíper e malha3D para controle de temperatura.

Esse canguru vem com bolso para capuz e ajuste da alça, além de assento interno.

Modelos de bebê carona

Há ainda o modelo bebê carona, da Kababy. A marca nomeia dessa forma seus cangurus.

Esse tipo de canguru mantém o bebê próximo aos pais sem prejudicar sua postura e o conforto.

Bebê carona da Kababy
Bebê carona da Kababy

Ainda oferece três posições de transporte:

  1. Rosto virado para mãe;
  2. Rosto virado para fora;
  3. Posicionado nas costas do adulto.

Ele também conta com alças reguláveis, apoio para a cabeça removível e abertura para as pernas almofadadas.

Além de babador removível, cinta que contorna a lombar e distribui uniformemente o peso da criança.

A Kababy também tem o modelo de bebê carona 17810V.

canguru para bebês
Kababy tem mais de uma opção de canguru para bebês

Essa versão também conta com três posições confortáveis de transporte.

Assim como cinta lombar para distribuir uniformemente o peso e alças almofadadas que podem ser facilmente reguláveis.

O produto vem com capuz que facilita a amamentação com privacidade e ajuda a proteger da luz direta do sol ou do vento.

É elaborado com um exclusivo sistema que permite a extensão ao abrir o zíper. O que possibilita que o canguru acompanhe o crescimento da criança por mais tempo.

7 erros que os pais cometem ao usar o canguru para bebês

Ser pai e mãe não é uma tarefa fácil, e os bebês não vêm com um manual de instruções. Portanto, é muito comum cometer alguns erros nessa fase.

Nesse momento é preciso bastante cuidado e humildade para saber ouvir orientações, para evitar danos maiores.

Por isso, confira alguns erros que pais cometem ao utilizar o canguru:

1) Colocar o bebê virado para frente logo de início: é preciso esperar passar os primeiros meses de vida para que ele comece a ter mais força e consiga sustentar o peso da cabeça.

2) Colocar muitas peças de roupa: cuidado com o excesso de roupa ao carregar o seu filho no canguru. Não é errado colocar mais de uma muda durante o frio, mas não exagere.

3) Mantê-lo sempre na mesma posição: é muito importante para o bebê caminhar no canguru em diferentes posições. Ele precisa pegar mas dinâmica, sentir o conforto e trabalhar os lados sensoriais.

Além disso, não deixe que ele durma posicionado sempre da mesma forma.

4) Permanecer sempre com as mãos soltas: sim, cuidado com a sensação de que está tudo muito seguro e não dar nenhum tipo de apoio ao bebê no canguru com as suas mãos.

Mesmo que você precise soltar um pouco para usar as duas mãos ao mesmo tempo, volte a dar apoio em seguida.

5) Cobrir totalmente o rosto do bebê: esse é um erro muito comum e recorrente. Cuidado para você não estar usando o canguru cobrindo integralmente o rosto dele, deixe sempre uma brecha para que ele não se sinta sufocado e o ar possa circular.

6) Tamanho errado: esse erro nem deveria ser cometido, hein. Os pais devem comprar o canguru já pensando em como encaixar o bebê perfeitamente, afinal, são feitos para eles.

Então procure saber se permitirá um conforto e ótima alocação do seu filho no objetivo. Isso pode prejudicar a muito, caso ele fique solto demais ou apertado demais.

7) Pernas esticadas ou penduradas: não faça isso. Evite deixar os bebês com as pernas totalmente soltas ou esticadas sem nenhum suporte ou fixador. As pernas precisam cruzar o corpo. Essa posição pode forçar demais os quadris do bebê.

E aí, descobriu se vale a pena ou não comprar um canguru para os bebês?

Que tal ler outros artigos sobre o universo infantil?

Como esse por exemplo, sobre o que avaliar antes de comprar uma cadeira de amamentação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *