Coleira ou peitoral: o que é melhor para o cachorro?

Certamente você sempre procura o melhor para seu cachorro, não é mesmo? E essa certeza vai desde cuidados médicos veterinários até a busca dos melhores acessórios.

Afinal, não é à toa que ele é chamado e considerado por todos um dos melhores (senão o melhor) amigo do ser humano.

E é por isso que precisamos te perguntar: você se preocupa em saber como vesti-lo e como prendê-lo? Além disso, em como ele pode se sentir mais confortável?

No meio pet existe uma discussão que envolve saber o que é melhor para o cachorro, se o uso de coleira ou peitoral. E esse é um bate-papo longo que envolve uma série de questionamentos.

Pensando nisso, o Blog do Você resolveu trazer algumas dicas para te ajudar a pensar sobre isso e tomar algumas decisões.

Ficou animado? Então continue navegando até o final para ficar por dentro de tudo o que você precisa saber de forma clara e resumida.

cachorro com coleira

Coleira, peitoral e guia: se existem diferenças, quais são?

Ah, acho que esquecemos de comentar aqui que ainda tem uma terceira opção nesse caso, né? E que muita gente confunde, na verdade.

Ou melhor, a terceira opção é a guia, que entra nesse debate caindo de paraquedas, pois é apenas um complemento.

Então, vamos conhecer então de uma vez por todas as diferenças e o que são coleiras, peitoral e guia?

Coleira para cães

A coleira é o acessório desses três que pode ser classificado como o mais comum e também o que você mais vai ver vendendo por aí.

Ela fica presa ao redor do pescoço, não tem erro de confundir. Geralmente é feita de um desses dois tipos de materiais: tecido ou couro.

O mais importante para quem usa e optou pelas coleiras é não deixar com que elas fiquem muito apertadas e quase sufocando o cãozinho, ok?

Outra coisa, é um tipo de acessório que assim que você chegar em casa e ele puder se sentir solto e à vontade, pode retirar, pois incomoda. Ela é fundamental para cachorros grandes.

Peitoral

A coleira peitoral, por sua vez, é bem mais confortável do que a coleira comum e feita principalmente para cachorros de menor porte, que são bem menos agitados.

Ela é instalada no tórax do animal e pode ser regulável para que não incomode e fique adaptável ao seu porte físico.

Fique bastante atento em como estão regulados os fechos e se são de qualidade, para que se tenha a garantia de que não irá abrir. Deixe sempre bem fechado.

Você poderá encontrar coleiras de peitoral feitas de tecido ou nylon, em diferentes formatos, cores, estampas e modelos. Existem umas que parecem até roupas, enquanto outras parecem um colete.

Guias

Embora tenhamos colocado a guia entre as três, é apenas pelo fato de que muitos confundem, mas ela é somente um item complementar. 

Sim, a guia é aquela famosa corda que você prende na coleira ou no peitoral do cachorro para que haja a ligação entre você e o cão. Dessa forma, é possível conduzi-lo para o melhor caminho.

Muita gente confunde pois ela é vendida separadamente e às vezes faz parecer que tem uma função à parte. Mas, não. Ela é complementar.

É possível, inclusive, encontrar guias com molas, coloridas, reguláveis, de tecido ou de couro, como também algumas bem mais resistentes do que outras.

Resumindo…

  • A guia pode ser considerada aquela corda ou corrente que você vai prender na coleira ou no peitoral para segurar o cachorro e guiá-lo.
  • A coleira fica presa ao redor do pescoço.
  • O peitoral é um modelo de coleira, mas não fica preso ao pescoço. Ela é fixada na região abdominal do seu cão.

cachorro sem coleira

Coleira e peitoral: quais as desvantagens?

Todos sabem que tanto coleira quanto peitoral podem ter suas vantagens que, entre elas, está facilitar a condução do cão e não deixar com que ele escape. 

Além disso, são dois acessórios que permitem com que o dono passeie com seu amigo e ele não precise ficar 100% isolado e preso dentro de casa.

Mas, como em todos os casos, sempre há as possíveis desvantagens. E conhecê-las é essencial para que você entenda e possa escolher a melhor.

No caso da coleira, ela pode ser muito perigosa para quando o pet está brincando sozinho, pois pode enrolar no pescoço dele e enforcar. Só o fato de poder enforcar e não ser confortável às vezes pode incomodar muito e ser desfavorável.

Já quanto ao peitoral a sua principal desvantagem é ser um pouco mais complicada para colocar. E essa missão se torna ainda mais difícil em cachorros que são bem agitados.

Mas, enfim, o que escolher: coleira ou peitoral?

Diante desses fatos fica claro que ambos exercem o mesmo papel e podem ser usados em seus objetivos. No entanto, um deles é mais favorável.

O que é o caso do peitoral. Ele pode ser mais difícil de colocar, mas é bem mais confortável e não machuca ou dá riscos ao seu amigo.

De qualquer modo, se você usa coleira, calma. A recomendação de veterinários é de que você só não deixe  por muito tempo ou esqueça ela pendurada no seu cão. Use para passeios externos, mas assim que der retire.

Gostou dessas dicas? Se esse conteúdo te ajudou, compartilhe nas suas redes sociais para que seus amigos tenham acesso também!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *