Coronavírus: como se prevenir?

Quando os fogos começaram na virada do ano e todos desejaram um feliz 2020, quem poderia imaginar que três meses depois o Brasil estaria passando por uma crise de saúde emergencial? A Covid-19 (Coronavírus) chegou ao país e já paralisou a rotina de praticamente 90% da população.

Tudo começou no início de fevereiro, quando mais de 30 brasileiros vieram de Wuhan, na China, região onde o vírus se espalhou pela primeira vez. Eles ficaram 14 dias em quarentena, em Goiás.

coronavírus

No final de fevereiro, o Ministério da Saúde já monitorava o primeiro caso suspeito no país, que se confirmaria alguns dias depois.

Após mais de 30 casos confirmados, no dia 11 de março a Organização Mundial da Saúde decretou pandemia de Coronavírus e todos os governantes decretaram estágio de quarentena aos cidadãos.

Em meio a toda essa situação é preciso estar atento às dicas de especialistas e procurar saber como se prevenir.

Isso porque o Covid-19 é um vírus de infecção respiratória que é altamente contagioso. Por isso, é muito importante ter todos os cuidados possíveis nesse momento.

Além disso, o vírus é muito mais perigoso para as pessoas consideradas do “Grupo de Risco”, como idosos, asmáticos, cardíacos e diabéticos.

Quais são os principais sintomas do Coronavírus?

Antes de saber como se prevenir, é preciso entender melhor como identificar a presença do vírus. Quais são os sintomas do Coronavírus?

De acordo com o Ministério da Saúde, os principais sinais apresentados são respiratórios, tipicamente de um resfriado.

O vírus também pode causar infecção do trato respiratório inferior, semelhante a uma pneumonia.

Os principais sintomas são:

  • Febre
  • Tosse
  • Dificuldade para respirar

Como ocorre a transmissão do Coronavírus?

Essa é uma pergunta essencial para que todos saibam da importância da prevenção e que levem a sério todas as medidas.

O Coronavírus é transmitido de pessoa para pessoa, com a contaminação por gotículas respiratórias ou contato.

Dessa forma, o Ministério da Saúde explica que qualquer pessoa que tiver contato próximo, a cerca de 1 metro, com alguém que apresente os sintomas respiratórios está exposto e pode ser contaminado.

Essa disseminação acontece de forma continuada. A transmissão do Coronavírus ocorre pelo ar ou contato pessoal com secreções contaminadas, podendo ser:

  • gotículas de saliva
  • espirro
  • tosse
  • catarro
  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão
  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos

Como se prevenir do Coronavírus?

Como você está vendo nos últimos dias, a pandemia do Coronavírus não é uma simples doença ou alarme desnecessário do Governo. Pessoas já morreram e é preciso redobrar o cuidado.

Seja você do Grupo de Risco ou não, é necessário saber como se prevenir do Coronavírus.

Fique em casa!

A recomendação primordial nesse momento é para que as pessoas fiquem em casa e evitem aglomerações. Portanto, fique em casa e saia somente o quando necessário (mercado, farmácia e hospital).

Se você tem alguém na família do Grupo de Risco, evite que eles saiam para ter contato com qualquer tipo de contaminação.

Caso possível, negocie com seu chefe o trabalho remoto. A maioria das empresas adotou esse estilo de trabalho, pois a recomendação do Governo é que não haja expediente presencial.

Até mesmo alguns meios de locomoção serão paralisados.

Evite o contato

Afeto é bom, mas que tal esperar passar a quarentena? É muito difícil saber se a outra pessoa teve contato com alguma contaminação. Por isso, evite o contato.

Nesse período, evite abraços e apertos de mãos. Além disso, não toque a área do rosto com as mãos não higienizadas.

Lave as mãos constantemente

Lavar as mãos é um hábito que deveria ser comum, mas acaba não sendo tão frequente. As cartilhas de Saúde já recomendam essa prática diária, mas, com o Coronavírus é preciso reforçar ainda mais.

Não somente lave as mãos, mas lave as mãos corretamente. Peça ajuda a alguém da área da Saúde ou pesquise na internet como lavar corretamente.

É preciso lavar a parte interna e externa, além das unhas e entre os dedos, sem esquecer do punho.

Outras medidas apontadas pelo Ministério da Saúde

A recomendação é lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.

Se não houver água e sabonete, pode usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

Confira outras dicas:

  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes
  • Ficar em casa quando estiver doente
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência

Já os profissionais da Saúde devem utilizar as medidas de precaução padrão, as de contato, além das de gotículas, que são:

  • Máscara cirúrgica
  • Luvas
  • Avental não estéril
  • Óculos de proteção

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *