Cotton, microfibra ou 100% algodão: qual o melhor tecido de cueca?

Item certeiro no guarda roupa dos homens, as cuecas podem ser feitas com diversos tecidos. Algodão e microfibra são alguns deles.

É importante saber qual o tecido, como as cuecas são feitas para escolher o que mais se adequa às suas necessidades e também às condições corporativas.

Os alérgicos, por exemplo, não podem usar qualquer tipo de cueca. Para eles, a mais indicada é feita com tecido 100% algodão, uma vez que evita alergias.

melhor tecido de cueca
Com diversos tecidos e estampas, as cuecas são itens certeiros no guarda roupa masculino

Nos dias de hoje, essas peças possuem cinco modelos mais populares. São eles:

  • Slip : é o mais tradicional e o mais vendido no Brasil. É aquele mais cavado nas laterais;
  • Boxer : não marca no corpo e possui um comprimento um pouco maior. É o preferido dos homens altos, porque ‘encurta’ as pernas;
  • Samba-canção : modelo mais solto e mais confortável;
  • Sunga : considerado meio termo entre um slip e um boxer;
  • Jockstrap : cobre somente na região peniana, deixando nádegas à mostra.

Independente do formato, no mercado a maior parte das cuecas é feita de algodão e microfibra.

Elas possuem diversos preços e tamanhos para todos os gostos.

A maioria dos homens prefere modelos que não abrem.

Por esse motivo, materiais mais elásticos e que se adequem melhor ao corpo estão entre os mais comprados.

Quando e onde surgiram as cuecas?

Por mais que pareçam modernas, as cuecas surgiram há 7 mil anos.

Nessa época, o homem criou uma tanga de couro para cobrir suas partes íntimas.

Arqueólogos descobriram restos dessas peças primitivas. No Egito, eram comuns tangas triangulares, com extremidades mais longas e que podiam ser amarradas nas pernas.

Já durante a ascensão do Império Romano, as roupas íntimas para homens eram uma mistura de tanga e calção.

A  invenção da bicicleta , depois da Revolução Industrial, fez com que esse item adquirisse novos formatos.

Isso porque era necessário proteger melhor o pênis ao pedalar pelas ruas de paralelepípedo.

Nesse período, houve ascensão dos tecidos de algodão. Eles ajudaram na origem das roupas íntimas iguais aos modelos de hoje.

1950: maior variedade de tecidos para cuecas

A década de 1950 é caracterizada por uma variedade maior de tecidos para as cuecas.

Como peças íntimas deixaram de ser, majoritariamente, neutras. Assim invadiram de vez o guarda roupa masculino.

Já nos anos 1980, houve uma verdadeira revolução: as cuecas boxer.

Durante esse período, marcas começaram a investir em publicidade e usavam modelos para divulgar seus produtos.

Uma pioneira nesse sentido foi a Calvin Klein. Uma campanha da marca com o então rapper Mark Whalberh foi capaz de transformar uma cueca em uma peça de moda.

Assim, a utilização passou a ir muito além do conforto. Também se tornou uma questão de estilo.

Mas, vamos voltar ao assunto principal deste artigo. A seguir, você pode ver os principais diferenciais de cada tipo de tecido de cueca.

Depois, será fácil escolher o que melhor atende às suas expectativas.

1- Cuecas de cotton

O tecido mais vendido e usado para fazer cueca  no Brasil é o cotton. Ele nada mais é do que “algodão” em português.

Isso ocorre porque quando as peças foram inventadas – há milhares de anos – a maioria era feita com tecidos de algodão.

Em geral, elas mesclam ou algodão com elastano ou poliéster em sua produção.

Esses materiais são usados por deixar o tecido mais flexível para ajustar ao corpo.

O algodão, no entanto, é um tecido que esquenta bastante e dificulta a respiração do corpo.

Por isso, para os dias mais quentes ou para as pessoas que transpiram muito, as cuecas de algodão não são recomendadas.

Aqui no VOCÊ , é possível comprar uma cueca Boxer de algodão da marca Colcci .

Modelo com tecido de algodão da Colcci
Modelo boxer com tecido de algodão da Colcci

Para o público infantil, também é possível encontrar cueca boxer de algodão.

2 – Cuecas de microfibra

As microfibras têm esse nome porque o tecido é composto por milhares de fibras que fazem com que a pele respire melhor.

Elas possuem em sua composição a poliamida, uma espécie de microfibra.

Esse tecido para cuecas oferece muito conforto aos homens.

A microfibra ainda tem propriedades parecidas ao Dry-fit, tecido usado no vestuário esportivo.

Ele absorve o suor com maior rapidez.

Por esse motivo, cuecas feitas com microfibras são ótimas opções para a prática de esportes e para quem transpira com facilidade.

Por serem mais arejadas, também são indicadas para dias quentes.

Um bom modelo é o Boxer Microfibra com risca de giz . Ela é uma das mais recomendadas para quem pratica esportes.

Modelo boxer com microfibra da Mash
Modelo boxer com microfibra da Mash

Um modelo moderno que possui um estilo sofisticado especial com um corte que se ajusta ao corpo com conforto.

O tecido sedoso é prático, não amassa e é fácil de lavar e secar.

Também existem cuecas de microfibra para o modelo slip. Os modelos de cuecas da Linha Active, por exemplo, são ideiais para alto desempenho na prática esportiva.

O modelo slip microfibra possui design moderno e tecido com micro furos funcionais para ajudar na respiração da pele.

Sua composição é de 95% de poliamida e 5% de elastano.

3 – Cuecas 100% algodão

Como falamos acima, existem cuecas feitas com tecido de algodão.

Contudo, há modelos que são feitos unicamente com esse material: 100% algodão.

Alguns homens desenvolvem alergias a outros tecidos que não sejam o algodão. Por isso, as cuecas 100% feitas com esse material são mais indicadas para esse público.

De forma geral, elas possuem características típicas do algodão, como por exemplo, deixar o tecido mais flexível para modelar ao corpo.

4 – Cuecas de Modal

Além das roupas de algodão e microfibras, também existem peças feitas com um tecido tecnológico e novo. São as cuecas de modal .

A principal propriedade é que elas são muito confortáveis ​​e leves. A sensação, ao usar uma cueca modal, é como se não estivesse usando nada.

Isso porque ela funciona como uma segunda pele.

As cuecas desse tecido também são ótimas alternativas para a absorção de suor.

Elas possuem um recurso de absorção de 50% mais que o algodão tradicional.

Dessa forma, também são opções para o verão e para a prática de esporte.

4 dicas para escolher o melhor tipo de cueca

Após conhecer diversos tipos de cueca, separamos algumas dicas básicas para te ajudar nessa missão que, parece simples, mas é muito importante.

Afinal, a cueca é uma vestimenta íntima e os homens precisam se sentir confortáveis ao usá-la. Ninguém gosta de passar muito tempo com nada incomodando. Então confira essas dicas abaixo.

#1 Para quem curte o básico

Para quem curte o mais básico, a dica é escolher o modelo slip. É aquele modelo mais tradicional e comercializado no país.

Geralmente, ela não é muito valorizada pela sua estética, mas se você não liga para isso essa pode ser uma excelente opção. Principalmente para homens que preferem roupas sempre mais folgadas e a liberdade nos movimentos.

Isso porque o modelo slip é aquele que possui abertura de pernas e é do estilo mais cavada, com materiais sempre mais leves. 

Além disso, atualmente são comercializados modelos de cuecas slip personalizados. Mesmo ela sendo antiga e tradicional, com o tempo foi se adequando com estampas modernas.

#2 Para quem liga para o visual

Já para quem liga para o visual, a cueca mais indica é a boxer – essa é a que mais agrada ao público masculino, pois se encaixa de maneira perfeita ao corpo.

É o modelo de cueca ideal para usar com shorts folgados e calças de modelagem maior. Isso porque as calças apertadas demais podem fazer com que a boxer enrole um pouco e suba.

cueca boxer

#3 Para quem prefere estilo e conforto

Se você é daqueles que se preocupa com o visual, mas também não dispensa um conforto, a dica é escolher o modelo tipo sunga. 

Esse modelo é bem mais largo nas laterais e bem menor do que a boxer. Pode ser feita em vários tipos de tecido.

#4 Opte pela discrição

As cuecas atualmente possuem vários tipos de estampas, das mais personalizadas até as mais básicas. 

Para escolher o melhor tipo de cueca, dê preferência aos modelos mais básicos e tradicionais, sem muito desenho (claro, sempre pode ter uma ou outra estampada no guarda roupa). 

Isso  evita que você enjoe facilmente daquele modelo, mesmo sendo uma peça íntima.

Você conhecia as diferenças entre as cuecas feitas com tecido de algodão, microfibra e modal?

Agora, será mais fácil escolher o melhor tecido de cueca para você!

Gostou desse conteúdo? Leia também outros artigos sobre Moda do Blog do Você!

One Reply to “Cotton, microfibra ou 100% algodão: qual o melhor tecido de cueca?”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *