Cuidados ao transportar seu cachorro no carro

Viajar de carro exige uma série de preocupações. Quando é preciso transportar o cachorro, a lista aumenta consideravelmente.

Se você não tem com quem deixar seu animalzinho ou quer que ele te acompanhe nas aventuras, fique tranquilo!

É possível levar o cachorro no carro com total segurança. Para isso, no entanto, atente-se às seguintes recomendações.

Estar seguro não pode ser sinônimo de desconforto para o animal.

Prefira sempre as opções que sejam confortáveis e, ao mesmo tempo, seguras ao seu pet.

Isso porque viajar por muitas horas dentro de um automóvel pode gerar irritação no cachorro e até mesmo comportamentos adversos.

Transportar animais no carroTransportar animais no carro
Transportar animais no carro não é tão difícil quanto parece

O primeiro passo é escolher o modo que seu cachorro será transportado.

De acordo com a lei, o animal só pode ficar no banco de trás. Portanto, nunca o coloque no banco dianteiro.

Mas, não é difícil! Existem diversas alternativas para transportá-lo com conforto e sem perigos.

Tenha um cinto de segurança para cachorros

Uma dica é usar um cinto de segurança próprio para cachorros de 5 a 50 kg.

O objetivo é absorver o impacto em situações de colisão de veículos.

A Multilaser, por exemplo, tem o exclusivo cinto de segurança para pets. Ele é seguro e usa o mesmo sistema de afivelamento do carro para garantia de segurança.

É ideal para cães ou gatos de até 20kg. A indicação é usar no peitoral do seu animalzinho para protege-lo por completo.

Programe paradas durante o seu percurso

Ao transportar o pet por muitas horas, programe paradas para que ele faça suas necessidades fisiológicas.

Dê apenas comidas leves, como frutas, e também água.

Se você for viajar de carro com seu cachorro, antes de pegar a estrada, faça um treinamento com seu amiguinho.

Leve seu cão para andar de carro por alguns minutos.

É essencial que o animal consiga associar o fato de ficar muito tempo no automóvel como uma situação prazerosa para ele.

Outro cuidado é que os animais, assim como os seres humanos, não devem viajar com estômago cheio.

Alguns cachorros costumam enjoar.

Uma maneira de evitar o desconforto é dirigir de forma defensiva e cautelosa, sem muitos movimentos bruscos.

Se quiser, procure um médico veterinário para saber com que remédio tratar o enjoo do animal.

Transportar animais de forma errada pode gerar multa

Você sabia que viajar com animais da forma errada pode gerar uma multa?

A infração é considerada média e tem o valor de R$130,16.

O motorista ainda perde quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A grande questão não é transportar seu cachorro no carro e sim a maneira com você fará isso.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) permite o transporte de animais em veículos.

É preciso, porém, seguir uma série de recomendações para garantir a segurança e conforto do seu pet.

transportar o animal
Fique atento para transportar o animal dentro do que exigido pela lei

Nunca pense em deixar o animal solto no automóvel. Isso pode ocasionar quedas, quebrar a janela e até mesmo bloquear a atenção do motorista.

E quando o condutor se distrai, as chances de acidente crescem exponencialmente.

Veja o que consta no artigo 252 do CTB:

“Art. 252 – Dirigir o veículo: (…)
II – Transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas;
Infração – média;
Penalidade – multa.”

“Ah, então vou transportar meu cachorro na parte externa do carro ou em um bagageiro em cima do teto.”

Não cogite essa possibilidade! Porque também é considerada uma infração de trânsito.

Nesse caso, a multa é de R$195,23 e o condutor perde cinco pontos na CNH.

Tal infração é tida como grave, já que o carro pode, inclusive, ser retido para transbordo.

Ou seja, só será permitido seguir viagem se o animal for retirado do local e passar a ser transportado conforme a lei.

Observe o artigo 235 do CTB:

“Art.235 – Conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados:
Infração – grave;
Penalidade – multa;
Medida administrativa – retenção do veículo para transbordo.”

Compre uma capa para banco protetora de cães

Por mais que os animais mereçam um lugar confortável para ficar no carro, uns dos principais receios são os pelos que grudam no banco.

E que, depois, são difíceis de tirar.

Uma solução que já está no mercado é a capa de banco própria para cães.

Isso mesmo, uma capa em que os cachorros podem transitar sem problemas e que não vão deixar pelos no seu banco.

Depois do transporte é só retirar a capa, lavar e ela já estará pronta para o uso novamente.

No VOCÊ, a marca Multilaser oferece uma dessas capas por um preço bem acessível no mercado. Confira!

E aí, conhecia todos esses cuidados para transportar o cachorro? O que achou das dicas?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *