Drone: tipos, quanto custa e como usar

Se tem uma tecnologia que tem ganhado espaço e chamado muita atenção nos últimos anos são os drones. Você também já teve vontade de ter um?

Você sabe quais são os tipos de drones que existem no mercado e por quais profissionais são utilizados?

Além disso, já procurou saber quanto custa e como se utiliza? É importante ter a resposta para todas essas perguntas.

Foi pensando nisso que criamos este post, para te ajudar e encontrar todas essas respostas.

No entanto, primeiramente é preciso saber uma coisa: você sabe o que é um drone?

Vamos responder!

drone sobrevoando

O que são drones? 

Os drones são equipamentos resistentes e feitos para trabalhos pesados e nas alturas, em ambientes completamente diferentes e inusitados, que, por exemplo, uma câmera normal ou um profissional de imagem não consegue atingir.

Você quer um exemplo bem demonstrativo? Então pensa em um avião de controle remoto que pode ter ganhado de presente na infância, pois é, algo bem parecido.

Além disso, possibilita que você manuseie o objetivo via controle de rádio, fazendo manobras sem que você toque nele. De acordo com o modelo, as utilidades são diversas.

No geral, os drones servem para fotos, filmagens e outras tarefas que são arriscadas e os seres humanos não conseguem realizar.

Se assemelham muito a equipamentos militares utilizados em ações de militares e de vigilância. Ele foi, de fato, originado para isso. Foi criado para permitir que soldados vigiassem ou atacassem determinada região.

3 tipos de drones mais comuns 

No mercado, são vários os tipos de drones que existem. Os profissionais que utilizam podem encontrar dos mais variados modelos, que são divididos em três categorias:

  1. Rotor único
  2. Multi-rotores
  3. Asa fixa

De acordo com especialistas, o drone mais usado é o de multi-rotores. E nele, você pode encontrar modelos de drones tricóptero, quadricóptero, hexacóptero e octacóptero.

Drone rotor único 

Esses tipos de drones são aqueles que possuam apenas uma hélice. Os profissionais consideram que são ótimos para realizar voos que precisam pairar o aparelho e garantir uma longa duração do voo.

Os drones de rotor único são bem menores do que os outros dois modelos.

Com eles, é possível, por exemplo, segurá-lo com os dedos em forma de pinça, entre o indicador e o polegar. Ele faz lembrar uma vespa.

Asa fixa 

Já os drones de asa fixa fazem voos mais longos por conta da sua bateria mais resistente. Com ele, o profissional não precisa carregar com tanta frequência como nos demais drones.

Ela dá mais estabilidade durante os voos e possui um sistema de recuperação em caso de perda de energia.

O seu design é bem parecido com os das aeronaves convencionais, com um corpo central, duas asas de cada lado e uma hélice central com o objetivo de impulsionar.

Multi-rotores 

Nessa categoria, o nome já diz muita coisa. Os drones  possuem diversos rotores para que as hélices se movimente.

As diversas hélices ainda ajudam nas manobras dos aparelhos. Eles são muito utilizados para mapeamentos.

Mas, como ele possui diversas hélices, cada modelo é diferenciado e conhecido pela sua característica, que resulta em um funcionamento maior, ou mais acelerado. 

Além disso, a quantidade de hélice também denomina o nome do modelo do drone, confira:

Tricóptero 

  • 3 rotores
  • 3 controladores
  • 4 giroscópios;
  • 1 suporte de pilotagem;
  • 3 hélices.

Quadricóptero 

  • 4 hélices;
  • Rotores CC;
  • Bateria de polímero de lítio;
  • 4 rotores.

Hexacóptero 

  • 6 hélices
  • 6 rotores

Octacóptero 

  • 8 hélices
  • 8 rotores

drone sobrevoando natureza

Você sabe quanto custa um drone? 

O equipamento tem preços muito variáveis, que vão de R$190 a mais de R$15 mil, de acordo com o modelo.

Os mais caros são os mais profissionais, com habilidades e funções bem específicas, além de distância e durabilidade maiores do que os mais baratos.

No site do Você, por exemplo, você encontra drones com valores bem acessíveis, de até R$1,2 mil, de alcance de até 300 metros.

As características de cada drone variam muito conforme o fabricante e o modelo escolhido.

Dicas rápidas de como usar um drone 

Mais do que o preço e os modelos, é preciso também saber como usar o drone. Você sabe quais são as especificações para esse equipamento?

Isso mesmo, é um modelo bem profissional e precisam ser seguidas algumas muitas regras.

Confira algumas dicas abaixo 

  • Para usar seu drone, regularize ele na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para utilizar ele sob todas as regras.
  • No site da agência, você confere e pode ter acesso a todas as regras. É importante ler tudo e ficar ciente do que pode e o que não pode, ok?
  • Assim que você comprar o seu, leia atentamente o manual de instruções.
  • Aprenda a manusear os controles do seu drone. Para isso, a melhor dica é praticar bastante.
  • Conheça todos os botões do controle, por exemplo, o de pairar no lugar, o de recuo, o de aceleração e saiba manuseá-los de forma correta.
  • Pratique colocar o drone no ar em locais abertos, primeiramente. Escolha ambientes sem muitos prédios, casas, paredes e obstáculos em que ele possa bater e quebrar. De primeira, você deve errar bastante.
  • Esteja sempre com seu drone à vista. Não vá com ele para lugares na qual você não consegue enxergar.
  • Tome cuidado com o vento. Essa é uma dica que é primordial. Não tente se aventurar em sobrevoar locais de muita ventania, ou sob chuvas e condições fora do habitual. Os drones são resistentes, mas precisam de precaução.
  • Aprenda a utilizar a câmera. Ela é essencial.

Gostou das dicas? Conheça 5 acessórios ideais para câmeras que permitem fazer imagens incríveis.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *