Frescobol: um guia para você jogar da maneira certa

Se você vai à praia, mas nunca terminou o dia com uma partida de frescobol ao pôr do sol, então não está indo à praia direito. Afinal, esse é um esporte tipicamente praiano e você precisa ter praticado pelo menos uma vez na vida.

Brincadeira à parte, é claro que não existe essa obrigatoriedade, mas você muito provavelmente já viu ou presenciou alguma partida de frescobol pelas areias da praia, certo?

A prática é muito comum, seja em qual estado for. Sem muito compromisso com o lado profissional, um dos maiores objetivos é o de se divertir.

Mas, é claro, sempre tem quem leve a competição mais a sério. E está certo, se for para brincar, brinquemos direito!

Pensando nisso, elaboramos este post com algumas dicas de tudo o que você precisa saber para jogar frescobol da maneira correta e não passar vergonha entre os amigos.

Vamos nessa?

raquete para frescobol

O que é e quando surgiu o frescobol? 

Primeiro, é preciso saber um pouco sobre a modalidade, certo? Afinal, é difícil você jogar algo sem ao menos saber do que se trata.

O frescobol foi criado no Rio de Janeiro, no período do século XX, mas, naquela época também era jogado em locais públicos – e não somente em praias.

Para quem não conhece nada sobre o esporte, é um jogo de duas pessoas, em que cada um possui uma raquete em mãos.

O objetivo é sustentar a bolinha no ar jogando para o outro com a força da raquete, em movimentos alternativos.

Este não é um jogo de competição, mas sim colaborativo, onde os jogadores se esforçam ao máximo para que a bola não caia.

Isso mesmo, você já deve ter visto muita gente se jogando e mergulhando na areia para não deixar a bola cair, né?

Pois é esse justamente o objetivo, correr e se esforçar o máximo para que a bola não caia.

O esporte tem inclusive um dia destinado a ele, você sabia? No dia 10 de julho é comemorado o dia estadual do frescobol, no Rio de Janeiro.

Regras para uma partida de frescobol

Assim como todo jogo ou brincadeira, o frescobol por mais que seja para divertir também tem as suas regras. 

Em alguns lugares há competições, com direito a juiz e tudo. Por isso a necessidade de regras. Há, inclusive, uma Associação Brasileira de Frescobol, que torna isso tudo regulamentado.

Formação das equipes

  • Duplas – dois jogadores, um em cada lado
  • Trios – dois jogadores de cada lado e um terceiro como pivô, formando um triângulo.

Distância dos jogadores

A distância mínima recomendada para uma partida de frescobol é de 8 metros entre um atleta e outro. 

Essa distância, no entanto, é variável e vai de acordo com o espaço onde estará sendo disputada a partida.

Tipo de jogo

Você pode não saber, mas existem quatro tipos, ou estilos, de jogo para uma partida de frescobol. Eles são: livre, veloz, radical e especialista.

Os próprios nomes já dizem muito a respeito sobre como cada um funciona.

Livre – nessa modalidade, o objetivo maior é manter a bola no ar o maior tempo possível.

Veloz – no tipo veloz, é considerado vencedor quem executar o maior número de batidas durante 1 minuto.

Radical – na versão radical, o praticante precisa ficar no ar mais tempo e ter a maior quantidade de ataques, com precisão e potência.

A distância maior é essencial para que a pancada da raquete não machuque quem receberá a bola.

Especialista – nesse nível, é definido já quem ficará no ataque e quem fica na defesa.

Feito isso, o jogo fica mais especializado, com o maior número de ataques com precisão para ficar com a bola no ar e vencer a partida.

partida de frescobol na praia

4 dicas para você se dar bem na partida de frescobol

Agora que você já sabe de tudo e mais um pouco sobre uma partida de frescobol, listamos algumas dicas para você não fazer feio quando te convidarem para uma partida.

Ou então se você quiser já praticar com os amigos, para jogar de forma divertida, mas segura.

Qualidade

A primeira dica é prezar por bons materiais. Escolha boas raquetes e bolinhas quando for comprar.

Os materiais de frescobol não costumam ser muito caros e você encontra em lojas de esporte e produtos diversos, em loja física ou virtual.

Evite comprar raquetes de plástico, pois além de não ser resistentes podem machucar.

O mais recomendado são as feitas de madeira, que são feitas especialmente para a prática e dão mais mobilidade à bolinha de ir e voltar.

Também é importante ter bolinhas adequadas e resistentes.

Pratique em vários locais

Mesmo sendo um esporte praiano, não se limite apenas a isso.

Comece a praticar em vários locais, como em parques, praças, e lugares públicos com espaços suficientes para você não machucar ninguém ou se machucar, além de não quebrar nada. 

Evite, nesses casos, jogar em lugares com muitos carros e casa, para não danificar nada e precisar sair no prejuízo depois.

Jogue em dupla ou trio

Explore os mais diversos tipos de disputar de frescobol. Forme duplas, trios, chame os amigos e pratique. Você só vai aprender se praticar.

Parceria e não rivalidade

O jogo de frescobol é muito mais parceria do que rivalidade ou competição, e você vai aprender muito mais quando tiver esse lema em mente.

Por isso, não comece jogando já querendo vencer seu amigo e fazendo tacadas com a raquete impossíveis de alcançar.

Você precisa jogar em parceria, para que o jogo flua e ambos queiram disputá-lo por mais tempo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *