Por que limitar o tempo de tela das crianças?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tempo máximo que as crianças devem ficar em frente às telas é de uma hora. Outro estudo realizado pelo Unicef revela que, no mundo, um a cada três usuários da internet é uma criança.

No melhor dos cenários, não haveria problemas na exposição das crianças à tecnologia – até porque existem aplicativos que incentivam leitura e raciocínio -, mas deve haver um equilíbrio.

Quer entender melhor sobre o assunto? A gente explica neste artigo!

Por que limitar o tempo de tela das crianças

Entendendo o estudo da OMS

O estudo realizado pela OMS e divulgado em 2019, revela que o tempo máximo de tela – de forma sedentária como ver desenhos, vídeos ou jogar – para as crianças é de uma hora.

De acordo com os pesquisadores, a recomendação é que as de 1 ano não devem ter contato com as telas e as de 2 aos 5 anos devem ficar menos de uma hora em frente a uma tela. Segundo o estudo, quanto menos tempo de exposição, melhor.

Também é indicado que quanto menos tempo as crianças passarem sentadas vendo TV, no celular ou em carrinhos de bebê, melhores serão os hábitos das crianças no futuro, evitando, assim, comportamentos sedentários.

O sono também é um item importante para a saúde e o desenvolvimento da criança, bem como o incentivo dos pais e responsáveis na edução física durante a infância.

Ao fazer isso, o tempo de sedentarismo será menor, o que colabora para prevenir a obesidade infantil, aumentará a qualidade do sono, a saúde mental e a felicidade da criança.

Equilíbrio para não prejudicar mais que ajudar

Por isso, por mais que existam dezenas de possibilidades de aplicativos e sites que colaboram com os pais no crescimento das crianças, os prejuízos comprovados cientificamente podem ser maiores que o auxílio.

Para os pais, logicamente, a tecnologia é uma facilitadora: babá eletrônica, desenhos no celular para deixar a criança entretida, aplicativos para controlar peso, vacinas e diversos outros benefícios que são perceptíveis na rotina da família.

De fato, problema está no excesso. A influência das telas no desenvolvimento das crianças pode causar impacto na concentração, socialização e até mesmo no aprendizado. Os especialistas relatam que o comportamento sedentário pode continuar no futuro, caso seja estabelecido na infância.

A coordenação motora, a percepção e até mesmo a interação (causando isolamento social) podem ser prejudicados com o uso excessivo da tela. As crianças já não brincam e se exercitam o suficiente durante a infância.

Por que limitar o tempo de tela das crianças

Mundo ideal x realidade

Apesar do ideal ser limitar o tempo de tela das crianças, o mundo está cada vez mais conectado e até bebês já sabem usar tablets e celulares. Um alívio para os pais cansados da rotina, mas uma preocupação para o desenvolvimento cognitivo dos pequenos.

Os pais que não conseguem tirar o uso dos seus filhos devem ficar atentos ao uso passivo e ativo dos celulares e televisão. O ideal é que invistam tempo em jogos, aplicativos e canais educativos que estimulam a criança de forma lúdica.

A participação dos responsáveis é muito importante neste período para que também possam estimular o aprendizado de sons, cores, palavras, letras. Estímulo da memória, criatividade e coordenação motora e atenção deve estar sempre em pauta.

O uso desta ferramenta para agregar não é problemático. A questão é o exagero nas práticas. Não há problemas em deixar a criança assistindo desenho enquanto o responsável precisa adiantar as tarefas do lar, por exemplo. No fim das contas, o equilíbrio deve ser buscado.

Se você é pai, mãe ou responsável por uma criança, lembre-se de fazer as seguintes questões sobre o uso das telas: o tempo está sendo controlado?  O período que a criança passa frente à tela prejudica na relação familiar? O sono está sendo atrapalhado? Há um gerenciamento de atividades durante o uso da tela?

Se as respostas forem positivas, significa que a família está conseguindo gerenciar a tecnologia com o crescimento saudável da criança. De todo modo, invista em momentos de interação com as crianças longe da tecnologia e na natureza.

O Tablet Multilaser KID PAD 3G PLUS chegou pensando no conforto das crianças, segurança e controle parental.  Veja também outras opções de tablet no VOCÊ!

Tablet Multilaser KID PAD 3G PLUS
Tablet Multilaser KID PAD 3G PLUS

Conte para nós como você controla o uso da tecnologia com as crianças. aqui nos comentários!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *